Loading...

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Em Recife, as cinquentinhas serão cadastradas e licenciadas a partir de 2014

destaque na FOLHA PE, “Cinquentinhas serão cadastradas e licenciadas a partir de 2014”. Com a medida adotada por aquele estado e outros, é bem possível que se estenda por todo o Brasil.
A farra das motocicletas 50 cilindradas, mais conhecidas como cinquentinhas, tem data marcada, no Recife. No próximo ano, esses veículos precisarão ser licenciados no Departamento Estadual de Trânsito (Detran- PE). A mudança será possível graças ao Projeto de Lei (PL) do município aprovado por unanimidade na Câmara dos Vereadores, ontem. O documento agora segue para sansão do prefeito. Com isso, a Capital será a primeira cidade da Região Metropolitana a aplicar regras mais rígidas sobre a circulação desse modal. O proprietário do ciclomotor deverá previamente cadastrar o veículo junto à Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), para obtenção do Certificado de Registro. Além dos requisitos necessários ao cadastro, os ciclomotores e seu proprietário ficam sujeitos ao atendimento das exigências da legislação nacional de trânsito, entre elas, as resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e portarias do Denatran. Na nova lei a Taxa de Cadastro de Veículo Ciclo- motor foi fixada no valor de R$ 10.
De 1º de janeiro a 30 de junho deste ano, 29 pessoas morreram em Pernambuco pilotando uma cinquentinha. Esse dado foi revelado por um levantamento feito pelo Comitê Estadual de Prevenção aos Acidentes com Motos (Cepam). Desse total, 75% eram crianças, adolescentes e idosos. Nesse mesmo período, 157 pessoas foram internadas gravemente feridas em hospitais da rede estadual envolvidas em acidentes com esse veículo. De acordo com o estudo o atropelamento é a segunda causa de morte envolvendo veículos automotores, sendo as cinquentinhas o terceiro agente desses acidentes. Só na RMR, 15% dos atropelamentos foram nas calçadas e pontos de ônibus, sendo a metade causada pela cinquentinha. Os dados refletem os problemas causados pela não obrigatoriedade de equipamentos de segurança e os descumprimentos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Para o coordenador do Cepam, João Veiga, o PL aprovado é um avanço, mas a fiscalização já deveria existir independente disso.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Lula diz que reeleição de Dilma deve ser a resposta às prisões do mensalão

Em seu pronunciamento mais contundente desde a prisão de ex-dirigentes petistas pelo mensalão, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quinta-feira (21) que o PT deve respeitar decisões judiciais, mas fez uma crítica indireta ao presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, e afirmou que a resposta da sigla deve ser a reeleição de Dilma Rousseff em 2014.

Ele discursou por pouco mais de meia hora durante encontro de prefeitos e vice-prefeitos petistas em Santo André, no ABC paulista. O evento tinha como objetivo promover a pré-candidatura do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, ao governo do Estado, mas a detenção do ex-ministro José Dirceu, do ex-presidente do PT José Genoino e do ex-tesoureiro Delúbio Soares também foi tema das intervenções.

Lula afirmou que o partido é alvo de ataques "por conta do nosso sucesso, do ódio disseminado contra nós" e defendeu respeito à história dos petistas presos.

"Hoje nós temos companheiros condenados. Temos sentença dada. A pena de cada companheiro está determinada já. Mas o que não pode é tentar tripudiar em cima da condenação das pessoas, sem respeitar o histórico das pessoas e a lei. Tem uma lei, tem uma decisão e o que nós queremos é que a decisão seja cumprida tal como ela foi determinada, e não pela vontade de alguém", disse o ex-presidente.

Os 11 condenados do mensalão que já estão presos tiveram os mandados de prisão expedidos na sexta-feira passada (15) pelo ministro Joaquim Barbosa. Dirceu, Genoino e Delúbio passaram os primeiros dias recolhidos em regime fechado, embora as penas das quais eles não podem mais recorrer permitam o cumprimento em regime semiaberto.

Lula defendeu punição a quem tiver culpa comprovada, mas disse acreditar que as sanções só são aplicadas a integrantes do PT.

"Nosso lema é o seguinte: para nós, todo e qualquer cidadão deve ser inocente até prova em contrário. Na hora que provar, puna quem quer que seja, seja meu parente ou meu adversário. A lei é para todos. Isso vale para nós, isso vale para eles. Agora, a lei parece que só vale para o PT", declarou.

Ele disse que o PT precisa "ter coragem" de fazer o debate político "no momento certo", que afirmou ser a campanha eleitoral de 2014.

"A resposta que a gente vai dar para eles é garantir o segundo mandato da companheira Dilma Rousseff. E se em algum momento faltar argumento para dizer por que que a Dilma tem que ter um segundo mandato, vocês falam: 'porque o Lula foi melhor no seu segundo mandato, e ela vai ser melhor no segundo mandato'", concluiu o petista.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Interpol já emitiu aviso internacional contra ex-diretor do Banco do Brasil

Interpol já emitiu aviso internacional contra ex-diretor do Banco do Brasil
Henrique Pizzolato, condenado pelo mensalão, deixou o País e é procurado pela Justiça após ter a prisão decretada
A Interpol emitiu no último sábado, 16, um alerta internacional de que existe um mandado de prisão emitido contra Henrique Pizzolato no País. O ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil, condenado a mais de 12 anos de prisão por envolvimento no escândalo do mensalão, está foragido. O aviso, segundo informou há pouco a assessoria de imprensa da Polícia Federal, é chamado "difusão vermelha" e significa que ele é procurado por todos os países membros da Interpol.

Dependendo do país em que o procurado se encontra, a "difusão vermelha" tem validade de um mandado de prisão, enquanto que outras nações pedem a validação do mandado por uma autoridade judicial local.
Pizzolato teria deixado o Brasil há 45 dias rumo à Itália. Ele próprio comunicou a fuga, divulgada em carta no sábado por seu advogado. A PF não confirma se ele está de fato em território italiano e também não confirma nenhuma outra informação sobre o seu paradeiro.
A Polícia Federal informou ainda que Pizzolato é considerado foragido pela corporação e que seu nome consta no Sistema Nacional de Procurados e Impedidos (Sinpi), o que, em tese, o impediria de deixar o País. A última atualização sobre Pizzolato no sistema é de sexta-feira (15).
Na última sexta-feira, 15, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, expediu mandados de prisão para 12 condenados, dentre eles Pizzolato, o ex-ministro José Dirceu e o deputado federal licenciado e ex-presidente do PT José Genoino. O ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil foi o único dessa lista que não se entregou às autoridades.
O Ministério da Justiça analisa o caso para tentar pedir formalmente a extradição do ex-diretor. A tarefa é considerada difícil, já que Pizzolato tem cidadania italiana. Em 1989, Brasil e Itália firmaram um tratado de extradição que estabelece que o país não será obrigado a entregar um nacional.
Ricardo Della Coletta - Agência Estado

Feliciano diz que renuncia se petistas condenados renunciarem

Feliciano diz que renuncia se petistas condenados renunciarem
Diante de apelo do líder do PT , deputado José Guimarães (CE), para que deixe a presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, o deputado Marco Feliciano (PSC-SP) foi enfático. "Renuncio se João Paulo Cunha e José Genoíno, condenados no julgamento do mensalão, também renunciarem aos cargos que ocupam na Comissão de Constituição e Justiça". Os petistas Cunha e Genoíno são membros titulares da CCJ.
O apelo de Guimarães foi feito em reunião de líderes partidários com Feliciano para convencer o deputado a deixar a presidência Comissão de Direitos Humanos. A resposta de Feliciano causou mal-estar e inviabilizou o prosseguimento da reunião.
Com G1

YouTube está fora do ar para alguns usuários

YouTube está fora do ar para alguns usuários
Um dos sites mais acessados do mundo sai do ar e aparece com uma mensagem estranha dando indícios de suposto ataque.
Bem, parece que o YouTube saiu do ar para alguns usuários. Estamos acessando o site normalmente, porém diversas pessoas recebem a mensagem "500 Internal Server Error".
A página de erro exibe a mensagem de sempre:
Desculpe, algo deu errado.
Uma equipe de macacos altamente treinados foi enviada para lidar com esta situação.
Se você vê-los, mostre a eles esta informação:
[sequência enorme de letras e números]

sábado, 16 de novembro de 2013

Pastor e bispo evangélicos são presos em motel acompanhados de adolescente com problemas mentais

Pastor e bispo evangélicos são presos em motel acompanhados de adolescente com problemas mentais
Na última quinta-feira (14) um pastor e um bispo de uma igreja evangélica foram detidos pela polícia em um motel na cidade de Toledo (PR), acompanhado de uma adolescente de 17 anos, frequentadora da igreja liderada pelos acusados.
Segundo informações da Polícia Militar, os religiosos foram presos em flagrante depois que a PM foi acionada por um detetive particular,
contratado por familiares de uma outra menor, que estavam desconfiados de que o bispo e o pastor também estavam cometendo abusos contra ela.
Seguindo os religiosos, o detetive chamou a polícia, que confirmou a denúncia. Identificados como Ricardo Edmundo da Silva, 38 anos, bispo da Igreja Livro da Vida, e Lindenberger Assis de Souza, 40 anos, pastor da igreja, os suspeitos foram encaminhados à Polícia Civil, e responderão por estupro de vulnerável.
Na delegacia, o pastor e o bispo afirmam que entraram no motel porque estavam sendo seguidos e negaram terem tido relações com a adolescente. Porém, ela confirmou ter sofrido abuso sexual. De acordo com o G1, conselheiros tutelares de Toledo informaram que esta não foi a primeira vez que a menor, que tem problemas mentais, saía com os religiosos. – Ele (bispo) me pegou de moto em casa, por volta das 13h e viemos para Toledo e fomos até o supermercado e lá, o Linderberger veio de carro e fomos para o Motel, onde ficamos por uns 20 minutos até que a polícia e o Conselho Tutelar chegaram.
Eu tive relacionamento com o Bispo Ricardo sim, mas com o Linderberger não, ele apenas me beijou, mas não na boca, no pescoço, me acariciou. Neste ano foi a terceira vez que nós nos relacionamos, eu era virgem e foi ele quem tirou a minha virgindade – declarou a menor, na presença da mãe e de uma conselheira tutelar. Um inquérito foi instaurado e a polícia apura os fatos. Há informações de que outras meninas fiéis da igreja, tenham sido aliciadas pela dupla

MACAIBA: MAIS UMA TENTANTIVA DE HOMICIDIO É REGISTRADO NA CIDADE DE MACAIBA

                                                                      SABER +

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

STF inicia etapa do mensalão que pode definir prisões de condenados

Supremo Tribunal Federal (STF) inicia nesta quarta-feira (13) o julgamento de novos recursos no processo do mensalão, os segundos embargos de declaração. Nessa fase, o tribunal vai decidir sobre se parte dos condenados deve começar a cumprir imediatamente as penas de prisão e prestação de serviços.
Estão na pauta de julgamentos os segundos embargos de declaração de dez condenados que apresentaram esse tipo de recurso, entre eles o delator do mensalão, Roberto Jefferson, e o deputado Valdemar Costa Neto.
No julgamento, o STF vai avaliar também a situação de condenados que não recorreram e o caso de quem não tinha direito a infringentes, mas protocolou mesmo assim.
O Supremo decidirá ainda sobre o pedido feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sobre a execução das penas de 23 dos 25 condenados. Desses 23, 20 podem ir para a prisão caso o Supremo aceite o pedido, entre eles o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu.  Outros três foram condenados a penas alternativas, como prestação de serviços, e não serão presos.
Janot quer que o Supremo determine o cumprimento da pena mesmo para quem tem direito a embargos infringentes, recursos que levam a um novo julgamento para condenações por margem apertada (ao menos quatro votos a favor). Os infringentes só serão julgados no começo do ano que vem.
O procurador entende que é possível que eles cumpram parte das penas, em relação aos outros crimes nos quais não tenham obtido quatro votos a favor.
Doze dos 25 têm direito a infringentes, mas só dois foram condenados por um único crime. Dez poderiam começar a cumprir parte das penas, uma vez que foram condenados por dois ou mais delitos.
Pelo menos quatro ministros do Supremo já se manifestaram a favor da tese de Janot, de que todos sejam presos: Marco Aurélio Mello e Gilmar Mendes defenderam a posição publicamente.
Uma súmula do tribunal (resumo de decisões já tomadas várias vezes em casos parecidos), aprovada em dezembro de 1963 com base em três decisões, estabelece que quando os embargos infringentes questionam apenas uma parte do que foi decidido pela Corte, a outra parte da determinação pode ser executada. O entendimento pode ser usado no julgamento.
No caso dos outros 13, o STF já pode determinar prisões e cumprimento das penas caso considere que não cabem novos recursos.
Como poderiam ficar as penas se réus obtiverem absolvições após análise dos embargos infringentes no mensalão (Foto: Editoria de Arte / G1)
O que será julgado nesta semana
Apresentaram somente segundos embargos de declaração o delator do mensalão, Roberto Jefferson; o ex-tesoureiro do extinto PL Jacinto Lamas; o ex-deputado José Borba; e o ex-dirigente do Banco do Brasil Henrique Pizzolato. Nesses casos, o Supremo pode determinar o cumprimento imediato das penas se considerar que o recurso é protelatório.
Outros quatro réus recorreram com segundos embargos de declaração e apresentaram ainda embargos infringentes, mesmo sem ter quatro votos a favor: os deputados Pedro Henry (PT-MT) e Valdemar Costa Neto (PR-SP) e os ex-deputados Bispo Rodrigues e Pedro Corrêa.
Em relação aos quatro que protocolaram dois tipos de recursos, o Supremo deve julgar os segundos embargos e avaliar se são válidos ou não os embargos infringentes. Se considerar os segundos embargos de declaração protelatórios e afirmar que não cabem infringentes, o Supremo também podem mandar executar as penas nesses casos.
Os outros dois que apresentaram embargos de declaração são condenados que têm direito a infringentes e que, portanto, deverão aguardar o julgamento do novo recurso em liberdade: o ex-sócio da corretora Bônus-Banval Breno Fischberg e o deputado federal  João Paulo Cunha (PT-SP).
Além dos oito que apresentaram segundos embargos e para os quais o Supremo poderá determinar prisões, os ministros vão avaliar a situação do ex-dirigente do Banco Rural Vinícius Samarane e do ex-advogado de Marcos Valério Rogério Tolentino, que entraram só com infringentes sem ter obtido quatro votos favoráveis.
Joaquim Barbosa poderia ter negado o seguimento desses recursos individualmente, mas preferiu levar a situação ao plenário.
Há ainda os casos de três réus que não apresentaram nenhum recurso: o ex-secretário do PTB Emerson Palmieri e o ex-sócio da Bônus-Banval Enivaldo Quadrado, ambos condenados à pena de prestação de serviços; e o ex-deputado Romeu Queiroz, condenado a seis anos e seis meses. Nesses casos, o Supremo vai avaliar se o processo para eles acabou e se já começam a cumprir as punições.
Os embargos infringentes de 12 condenados, que têm como relator o ministro Luiz Fux, só serão julgados no começo ds o ano que vem. Terminou na segunda (11) o prazo para este recurso e 18 condenados apresentaram os infringentes. Alguns podem ser descartados já no julgamento dos segundos embargos de declaração se o tribunal considerar que os réus não têm direito ao recurso.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Mais um homicídio em Macaiba, em plena luz do dia.

Mais um homicídio foi registrado na cidade de Macaíba na tarde desta Terça-Freira (12) na rua Moisés Pedro Silva, a vitima identificada por nome de Ibson Fabrício Pereira de Moura, 27 anos, foi executado a tiros por dois homens em uma moto não identificada, o mesmo tem envolvimento com drogas, ainda não se sabe o que motivou este homicídio,  já se contabiliza 87 homicídios somente neste ano de 2013. 

domingo, 10 de novembro de 2013

Professor é flagrado acariciando e encoxando uma criança de 11 anos em sala de aula

Vi essa denúncia no face, Um professor de história foi filmado agarrando uma aluna de 11 anos dentro da sala de aula. As imagens foram feitas por um aluno de uma escola na zona norte de São Paulo.
Vejam o vídeo, tirem suas conclusões.