Loading...

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Limpeza de 'fonte dos desejos' em shopping rende R$ 6,6 mil a entidade Visitantes em Ribeirão, SP, atiram moedas ao fazer pedido no espelho d'água. 'Brincadeira ajudou de forma bonita', diz presidente de entidade beneficiada.

Espelho d'água virou local de superstição e público transformou lugar em fonte dos desejos (Foto: Fábio Benedicto/Divulgação)Espelho d'água virou local de superstição e público transformou lugar em fonte dos desejos.
O que era para ser apenas uma superstição acabou virando sinônimo de solidariedade emRibeirão Preto (SP). As moedas jogadas de forma simbólica por visitantes no espelho d'água do Shopping Iguatemi, e que transformaram o lugar em uma espécie de ‘fonte dos desejos’, foram doadas a uma entidade beneficente da cidade. Em maio - mês em que as moedas foram retiradas pela primeira vez do local - a ‘fonte dos desejos’ arrecadou R$ 6,6 mil. "A brincadeira nos ajudou de uma forma muito bonita", diz o presidente da entidade.
Fazer um pedido no espelho d’água virou mania entre os frequentadores do centro de compras desde dezembro do ano passado, quando o local foi inaugurado. Seguindo a crendice, a pessoa se vira de costas, pensa em seu desejo com fervor, e joga a moeda para que ele seja realizado. A transformação do espelho em ‘fonte dos desejos’ aconteceu naturalmente, segundo explica o gerente geral do shopping, Daniel Lotufo. "Aquilo [espelho d'água] era parte do nosso projeto arquitetônico de paisagismo, do Open Mall. Depois que o shopping inaugurou, no entanto, começaram a surgir moedas ali. Com o tempo, o volume foi aumentando, até chegarmos à conclusão de que precisaríamos trabalhar aquelas moedas de alguma forma", afirma.
Uma vez encarada como ‘fonte dos desejos’ pelo público, a administração do shopping tomou a iniciativa de doar as moedas para uma instituição de caridade para simbolizar a realização de um pedido. "Observando o comportamento do cliente, tivemos essa ideia de atrelar a doação a uma instituição de caridade para fazermos um trabalho bacana. O objetivo não era fazer marketing disso, mas realmente fazer o bem ao próximo", explica.
A primeira contemplada com a faxina na fonte foi a Sociedade Espírita Obreiros do Bem, que atende 180 crianças de 7 a 15 anos com atividades em horário oposto ao escolar. A entidade que também oferece cursos profissionalizantes para adultos em parceria com o Senac recebeu R$ 6,6 mil.
O presidente da Sociedade Espírita, José Argemiro da Silveira, elogiou a iniciativa. "Todo donativo é sempre bem-vindo. Foi bastante expressivo para nós, pois desafogou a folha de pagamento dos nossos colaboradores naquele mês. Gastamos por volta de R$ 18 mil ao mês só com pagamento de pessoal. E as pessoas brincando, jogando moedinha, nos ajudaram de uma forma muito bonita. Só temos a agradecer", afirma.
A ação, segundo a administração do shopping, passará a ser sazonal, e deve contemplar uma nova entidade a cada limpeza do espelho d'água.
Moedas serão recolhidas e doadas a instituições de caridade periodicamente (Foto: Tuane Bonfim/Divulgação)


Nenhum comentário:

Postar um comentário